Para celebrar este dia, comecei por passar a página das músicas para esta página principal. Do que já estava fica o Zeca Afonso.

Passo agora a acrescentar alguns poemas ditos pelo Mário Viegas (obrigada ainda outra vez, Público!). Sem escolhas simbólicas nem propositadas. Abri os livros e escolhi o que hoje me apetece.

Ali no cantinho esquerdo.

Anúncios