As coisas que me apetece dizer neste momento só podem ser ditas na clandestinidade. Por isso vou continuar “desaparecida” por uns tempos…

Eu sei que passei a vida a refilar contra o anonimato e que cada um deve dizer o que pensa. Mas a geração 1000 euros é lá na Europa, muito longe da geração 500 euros.

Anúncios