Eu não o vi lá no boletim de voto… Ninguém o elegeu para coisíssima nenhuma! Que legitimidade tem esta besta para se pôr com declarações e a dizer o que o PM deveria ou não fazer?

Falo destas declarações hoje, segunda-feira, resclado das legislativas de ontem: O presidente da CIP considerou que seria «trágico» que o primeiro-ministro fizesse acordos com os partidos da esquerda, porque PCP e BE pretendem «acabar com a economia de mercado, aumentar a intervenção do Estado, reduzir a iniciativa» e «acabar com todas as grandes empresas». Seria um «desincentivo total» para as empresas, frisou.

Segundo, de facto vê-se que é um empresário assim ao estilo Manelinho da Mafalda: de Outubro (passado) até hoje, não percebeu nada! Gostei sobretudo da parte do “acabar com as grandes empresas.”

(Claro que se percebe que não é burro, tenta manipular e arma-se em esperto. Há quem caia — esses é que são os Manelinhos. E há quem o vá ouvir!)

Anúncios